30.11.2015

Quanto custa viajar para Cuba com economia

Quanto custa viajar para Cuba com economia

Numa ilha meio socialista, meio capitalista, a questão do dinheiro não poderia mesmo ser muito simples. Pra começar, Cuba tem duas moedas oficiais, que circulam ao mesmo tempo com valores absurdamente diferentes. Entender como isso funciona ajuda a entender Cuba e a economizar na viagem.

O peso cubano (CUP), também chamada de moeda nacional ( MN), é o dinheiro real, aquela que mostra a capacidade de produção do país. Os cubanos recebem seus salários estatais nesta moeda, que é super-desvalorizada e só compra o básico do básico: praticamente comida e transporte.

A outra moeda, o peso conversível (CUC), vale mais ou menos 1 dólar e, olha a diferença, compra 24 pesos cubanos! O CUC foi criado para substituir o dólar no setor turístico, mas hoje é usado por estrangeiros e cubanos para comprar a maioria dos produtos industrializados.

Você pode passar a viagem inteira sem ver uma única nota de peso cubano. Transporte, alimentação, hospedagem, quase tudo é cotado em CUC. Mas nada impede que a use a moeda nacional (CUP). Em alguns casos, vale muito a pena.

Outra forma de economizar é usar os serviços prestados pelos cubanos que trabalham por conta própria. Foi o que eu fiz em Havana e Trinidad e acabei gastando quase a metade do que teria desembolsado em hotéis (estatais ou privados) e taxis oficiais.

Explicando caso a caso:

**Usei aqui a cotação de 1 CUC = 1 dólar= 25 pesos cubanos, a mais comum em Cuba. Você pode chegar a cotação atual no site do Banco Central Cubano.

Qual moeda levar a Cuba

Leve euros. O dólar tem uma taxação extra de 10% na troca. Cartão de crédito, só nos grandes hotéis internacionais. Cartões de bancos americanos não são aceitos.

Euros ou dólares ( com a taxação extra) podem ser trocados por CUC em qualquer agência da Cadeca, a casa de câmbio estatal. Há uma no aeroporto de Havana e várias na cidade. A cotação é sempre a mesma. Aproveite para trocar 1 CUC por pesos cubanos. É o suficiente para as pequenas despesas em moeda nacional. E leve sempre o passaporte.

Passagem aérea

A despesa com a passagem aérea é a mais difícil de reduzir. Na alta temporada (novembro a março), os voos de São Paulo a Havana custam normalmente a partir de 900 dólares. No restante do ano, a partir de 700 dólares. Já encontrei passagens a 750 dólares em janeiro, mas, em regra geral, há poucas promoções.

Uma boa opção é viajar em abril. O período das chuvas intensas ainda não começou e os preços já são de baixa temporada. Eu fui nesta época e não peguei uma gota de chuva em 10 dias.

Hospedagem

A casa onde fiquei em Trinidad: 25 CUC.

A casa onde fiquei em Trinidad: 25 CUC.

Os melhores hotéis de Cuba tem diárias bem salgadas, a partir de 70 euros por pessoa. ( a maioria dos hotéis tem tabelas em euro na internet).Os hotéis mais simples (simples mesmo!) cobram a partir de 30 euros por pessoa.

A alternativa mais barata e interessante são as casas particulares. Você se hospeda na residência de uma família cubana cadastrada pelo governo e vive uma experiência única de imersão na vida cubana.

Em Havana, eu paguei 30 dólares por um quarto duplo. Se forem duas pessoas, cada uma pagaria 15. O café da manhã, ótimo por sinal, saiu por 3 dólares. No interior do país, a diária fica entre 15 e 30 dólares.

Nas praias mais famosas não tem muito jeito. Os cayos ainda são territórios exclusivos dos resorts à beira-mar. Já em Varadero, começam a surgir quartos particulares para alugar.

Varadero: como ir, reservar hospedagem e circular sem pacote

Comida

Uma boa refeição, com carne de porco ou frutos do mar, custa entre 7 e 12 dólares por pessoa nos restaurantes estatais ou nos paladares administrados por cubanos. Evite comer nos restaurantes mais turísticos como La Floridita. Há dezenas de paladares charmosos, mais baratos e com comida excelente.

Nas ruas de Havana, pequenas lanchonetes vendem comida em pesos cubanos (muuuuito barato, portanto). Mas são basicamente sanduiches de presunto, sorvetes simples e docinhos feitos com massa frita. Tudo muuuuito simples.

Já as frutas são ótimas e valem a pena. São produzidas em Cuba e vendidas em peso cubano nas mercearias e bancas de ambulantes.

-> O que (e onde)comer em Havana

Transporte em Havana

Transporte coletivo em Havana

Transporte coletivo em Havana

Transporte público é mais barato em qualquer lugar, mas em Cuba, a discrepância é absurda. Uma passagem de ônibus coletivo custa 1 peso cubano. Daria para fazer 120 viagens com o dinheiro que você gasta em um tíquete do ônibus turístico, o Habana Bus Tour.

No mundo do CUC, o Habana Bus Tour ainda é uma boa opção. Por 5 CUC, você roda o dia todo no esquema sobe e desce.

Há taxis de todos os tipos. Os mais baratos são os veículos particulares, aqueles carrões da década de 50. Se você conseguir dividir o carro com outros cubanos, paga 5 pesos cubanos. Se disser que é turista ou viajar sozinho, paga 5 CUC em média entre os principais bairros de Havana. Ainda assim, sai bem mais barato que os taxis oficiais.

Negocie sempre o valor antes de embarcar e evite pegar o taxi em frente a hotéis e atrações turísticas. Sempre sai mais caro. Eu combinei todos estes meios de transporte e economizei bastante. Conto mais aqui:

-> Transporte em Havana: entre ônibus, bicitaxis e almendrones

Para ir de uma cidade a outra em Cuba

Existem ônibus e trens que cobram em peso cubano mas ninguém me recomendou e acabei não experimentando. Eu usei os ônibus da empresa VIAZUL, que vendem em CUC mas são confortáveis, pontuais e não muito caros.

Se você incluir o taxi até a rodoviária, o valor é quase o mesmo que gastaria com o taxi particular entre alguns destinos. Na maioria dos casos, são carros muito velhos, sem cinto de segurança. Mas já há veículos mais novos fazendo o transporte. Eu usei um deles para ir de Trinidad a Havana.

**Atenção, dá pra chegar a Varadero e alguns cayos de taxi particular mas, pra sair, só com os oficiais que cobram uma fortuna. Melhor pegar o ônibus mesmo.

Outras despesas

Museus
Em Havana, há dezenas de pequenos museus gratuitos. Entre os que cobram, os imprescindíveis são o Castillo de la Real Fuerza ( 3 CUC) e o Museu da Revolução ( 8 CUC). Alguns cobram 1 CUC a mais para permitir fotos.

Presentes

Cuba com certeza não é um destino de compras. As lembranças são quase sempre padronizadas, com preço em CUC. Em Havana, você encontra algo mais artesanal no Patio de Los Artesanos, ( Calle Obsipo, bairro de Havana Vieja). Trinidad tem tradição no bordado, com peças muito bonitas.

Se gosta de livros, procure a Livraria Fayad Jamis ( Calle Obispo, Habana Vieja). Ela vende tudo em pesos cubanos, o que significa economia de pelo 50% em relação às livrarias com preço em CUC.

Charutos

Não é minha praia, mas os charutos são um símbolo de Cuba e há várias lojas especializadas. Um Cohiba, a marca mais famosa, custa de de 11 a 23 CUC dependendo da qualidade. Por incrível que pareça, o preço mais barato que encontrei foi no aeroporto.

Outros produtos
Procure levar tudo o que precisa. Produtos industrializados, inclusive de higiene, são difíceis de encontrar e custam bem mais caro que no Brasil. Há uma farmácia com produtos importados no Hotel Sevilla( no Paseo del Prado, bairro de Centro Habana).

Quanto custa passar um dia em Cuba no esquema econômico

Se você ficar em residência cubana e usar taxis particulares, o gasto médio com despesas essenciais em Havana vai ser de 48 CUC em média, 15 CUC de hospedagem (dividindo quarto duplo) + 3 CUC de café da manhã + 10 CUC de transporte (ida e volta de taxi) + 20 CUC com alimentação. Se usar apenas o ônibus turístico, a despesa sai para 43 CUC. Com o transporte coletivo, para 39 CUC. Isso sem contar os museus e despesas menores.

Em Trinidad, gastei menos porque, além da hospedagem ser mais barata, quase não precisei de taxi.

Trinidad: Como é a cidade histórica mais charmosa de Cuba

Em Varadero, fiquei em hotel ( Sol Sirenas Coral) no sistema tudo incluído. O gasto diário subiu para 110 dólares, incluindo hospedagem, alimentação e transporte (uma passagem de ônibus turístico a 5 CUC). Mas pode ficar muito mais caro se você optar por um resort mais sofisticado.

Como aproveitar o melhor de Cuba com economia

Uma viagem ideal a Cuba, em minha opinião, é aquela que une história, cultura e praia. Vale a pena economizar em cidades maiores ou históricas como Havana e Trinidad, onde você vai ficar bem pouco no hotel, e fazer caixa para uns dias merecidos de descanso no bem-bom de Varadero ou dos cayos.

Em Varadero .:)

Em Varadero .:)

——————-
Quer saber mais sobre Cuba? Veja nossos outros posts sobre a ilha:

Dicas:

Guia de Cuba: Visto, dinheiro, internet, quando ir e o que fazer
Cuba: o que conhecer além de Havana
Praias de Cuba: Varadero ou Cayo Largo?
Cuba: O que (e onde) comer em Havana
Transportes em Havana: entre ônibus, bicitaxis e almendrones
Cuba hoje: o que já mudou na ilha

Passeios e destinos

O que fazer em Havana: um roteiro pelo centro antigo
O que fazer em Havana: o bairro de Centro Habana
O Valle de Viñales
Trinidad: a cidade histórica mais charmosa de Cuba
Varadero: como ir, reservar hospedagem e circular sem pacote
Um dia de paraíso nas praias de Cayo Largo

postado por Cassiana Pizaia
  1. 21 dez2015
    anna paula fagundes

    Olá;
    Estou indo à Cuba, por quinze dias, agora no fim do ano. Achei seu blog pesquisando sobre o destino, e o achei muito útil. Já anotei várias dicas! Duas perguntas:
    1. vc acha que com 50 CUC´s diários, com hospedagem em casa particular e sem frescura para comer, eu consigo fazer uma viagem tranquila, economicamente?
    2. vc encontrou dificuldades em trocar dinheiro por pesos cubanos? Onde se pode fazer a troca?

    Grata

    • 21 dez2015
      Cassiana Pizaia

      Em esquema econômico, dá pra passar um dia tranquilo em Havana com este valor, Anna. Se for viajar para outras regiões, você vai precisar somar o valor do transporte entre uma cidade e outra. A vantagem é que a hospedagem é sempre um pouco mais barata no interior. Se você estiver viajando com alguém, vocês podem dividir o valor do quarto ( confirme na hora de reservar). Lembre-se também de que não há hospedagem em casas particulares nos cayos. Sobre o câmbio, não tive problema nenhum. Tem uma casa de câmbio no aeroporto e várias em Havana. Vc só precisa apresentar o passaporte. Não existe diferença na cotação. Espero ter ajudado. Obrigada!

  2. 16 mar2016
    Rosa

    Oi Cassiana,
    Amei seus posts! Incrível!
    Eu e meu marido estamos indo passar a lua de mel em Cuba em abril agora.
    Vamos alugar um carro e ir de Havana até Baracoa, parando e se hospedando nas cidades pelo caminho! Já reservei todas pelo site oficial do governo. Fica bem mais barato.
    Mas eu queria saber quanto você acha que gastaríamos por dia comendo e bebendo bem? A gente gosta muito da boemia, rs. Uns 50 CUC por dia é pouco?
    Obrigada!
    Bjs!

  3. 13 set2016

    Nao sei pq os hoteis sao caros sendo que o salario minimo e em torno de 20 dolares.

    • 14 set2016
      Cassiana Pizaia

      Os grandes hotéis de Cuba ainda são frequentados basicamente por turistas estrangeiros. O turismo interno em Cuba ainda é muito pequeno e os viajantes cubanos acabam se hospedando em casas particulares, que tem preços mais baixos. Mas, sim, pelo preço que cobram, esses hotéis poderiam pagar melhor seus funcionários.

  4. 21 dez2016
    Tania

    Olá,
    Sou cubana, moro em São Paulo mas visito a ilha com regularidade. Gostei muito da sua análise, achei muito assertiva, Só gostaria de acrescentar que a bebida é cara em relação à comida se consideramos que um ótimo prato de lagosta pode custar 8-10 CUC, um de camarões 5-8 CUC e uma cerveja cubana 2 CUC. Para beber uma cerveja, indico na Havana a Casa de la Cerveza que fica na Plaza Vieja, pelo mesmo valor é possível beber caneca de cerveja artesanal.
    Espero que gostem.

    • 28 dez2016
      Cassiana Pizaia

      Obrigada pela dica, Tania.

  5. 9 jan2017
    Francisco Pinheiro

    Oi Tania, Sempre sonhei em conhecer a Ilha espero realiza-lo, já estou fazendo economias para tal por isso estou de olho em suas dicas que com certeza serão de grande valia.

    Abraços.

    • 17 jan2017
      Cassiana Pizaia

      Oi, Francisco. Planejar é mesmo o melhor jeito de realizar sonhos. Obrigada!

  6. 2 abr2017

    Olá! Parabéns pelas dicas! Vou a Cuba e tenho pouco tempo pq vou estudar. Se você pudesse indicar: Varadero ou Trinidad? Tenho que escolher uma das duas. Prefiro a calma de Trinidad, mas a distância de Havana me preocupar… Tenho só 2 dias pra curtir a praia.

    • 19 maio2017
      Cassiana Pizaia

      Valquíria, se o que você deseja é curtir praia, é melhor ir mesmo para Varadero. Fica mais perto e você vai direto ao que interessa! 🙂
      Trinidad é uma cidade histórica maravilhosa, mas a praia fica um pouco distante, tem menos infraestrutura e pode complicar para quem tem pouco tempo. Abraço!

  7. 17 jul2017
    rossana santos

    oi
    Gostei do seu post ,vou viajar em janeiro para havana e arredores gostaria de saber qual a opção mais barata de ir do aeroporto de havana ate old havana estamos em 5 pessoas.obrigada

Deixe seu comentário: